Transição do mandato de síndico.

Assim como acontece no mundo corporativo quando há a troca de um gerente, a transição de síndicos exige um cuidado especial para assegurar a continuidade das ações que estavam em andamento e dos compromissos assumidos.

A situação ideal é quando o antigo síndico e o seu sucessor podem fazer esta transição com planejamento e acompanhamento das ações, trocando informações importantes que transcendem as obrigatórias, que são os documentos exigidos por lei e no regimento interno.

Além dos documentos, o antigo síndico deve repassar informações sobre a sua gestão em relação aos contratos, negociações, problemas e soluções programadas, contas a pagar e a receber, informações bancárias, atualização de dados junto à Receita Federal, etc.

Uma dica para preparar futuras transições é elaborar uma norma ou roteiro escrito para a troca de gestão e incluí-lo no Regimento Interno.  

A Liderança é você quem faz!